Ms. Ana Larissa Marques Perissini - CRP 06/71000 - CV: http://lattes.cnpq.br/5769412460995

Rua Lafaiete Spínola de Castro, nº 1562, Boa Vista.
São José do Rio Preto, SP.
Telefone (17) 3305.4778 - 9.8801.0121 (whatsapp)
e-mail: alperissini@gmail.com

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Genética

De acordo com pesquisadores, 60 a 70% dos casos de TDAH podem persistir até a idade adulta (BARKLEY et al., 2002). Para Schmitz; Polanczyck; Rohde (2007), a literatura aponta para a persistência, principalmente, dos sintomas de desatenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário